terça-feira, setembro 30, 2008

Aguarelas

Aguarela de Francisco Charneca

segunda-feira, setembro 29, 2008

Grenal

Internacional 4 x 1 Grémio.
D'Alessandro fez a festa e este Grenal jamais sairá da memória de todos nós colorados. De uma cajadada só, matámos dois coelhos: tirámos a liderança do nosso arquirival e quase entrámos na zona de classificação para a Taça Libertadores. Vamos querer mais o quê?...

sexta-feira, setembro 26, 2008

Campo minado

Em 1974, após a invasão da fronteira com a Turquia, por parte de tropas deste país que entraram a partir do norte de Chipre, a Grécia resolveu minar toda aquela área. Uma atitude condenável. As minas são armas dos covardes e jamais deveriam ser usadas onde quer que seja e em que tipo de guerra fôr; nem mesmo nas guerrilhas. As grandes e muitas vezes as únicas vítimas são civis inocentes.
Há 5 anos atrás a Grécia ratificou a Convenção de Otava sobre a eliminação de minas terrestres e comprometeu-se a desminar as suas fronteiras até 2011. Isso dá um total de 8 anos o que, na verdade, é muito tempo. Em comparação com o tempo que foi gasto para a colocação das minas é, até mesmo, uma eternidade. Portanto, configura-se aqui a má fé e falta de vontade.
Grécia e Suiça são dois países encravados num continente que se diz civilizado e de primeiro mundo. E porque razão eu mencionei aqui a Suiça, uma vez que este país não tem nada a ver com a situação?! --- Tem, sim! A indústria bélica suiça é uma das maiores produtoras mundiais de minas e isto quando conhecida pela sua eterna neutralidade em conflitos; imagine-se se assim o não fôsse...
Em Angola e Moçambique já morreram milhares de civis inocentes e outros mais têm membros amputados. É difícil prever quando esses países conseguirão desminar os seus campos ainda encharcados pelos artefatos, na sua maioria helvéticos. Esta semana foi a vez de mais 4 cidadãos do leste europeu encontrarem a morte na minada fronteira grega, o que vem aumentar uma extensa lista. Só espero que não seja este o método grego para controlar a imigração ilegal, de acordo com a nova política da União Europeia...

Cabelos brancos

Há muito tempo que não ía ao centro da cidade e com disposição a dar uma volta bem maior da que habitualmente dou. Tomei um dos muitos ônibus que passam na esquina da minha rua, pois não é boa ideia ir de carro. Tinha bastantes lugares vagos e isso proporcionou-me uma viagem mais tranquila.
Andei bastante e prestei atenção a tudo. Vi muita coisa que guardei na memória e que constitui matéria interessantíssima para uma próxima crónica sobre esta que é uma das maiores e mais desenvolvidas cidades do Brasil.
Na volta para casa tive dificuldades em achar o ponto exacto do ônibus com esse destino; ao fim de muito tempo consegui. Estava cheio e fiz todo o percurso em pé, o que para mim não é problema e eu até gosto. E, normalmente, ninguém cede o lugar aos mais velhos ou àqueles que têm prioridade; as regras da boa educação há muito deixaram de ser respeitadas por aqui...
Repentinamente, um jóvem rapaz, que conversava animadamente com um seu amigo e colega de poltrona, levantou-se para me ceder o lugar. Sorridente, agradeci e recusei. Sei que os meus cabelos e barba branca o impressionaram... Fiquei muito feliz ao constatar que há exceções à regra e, ao mesmo tempo, fui conversando com os meus botões e concluindo que ainda não me apercebi que o tempo vai passando velozmente...

Coincidências?

As cebolas parecem células do corpo. A investigação actual mostra que a cebola ajuda a limpar materiais excedentes de todas as células corporais. Até produzem lágrimas que lavam as camadas epiteliais dos olhos...
Azeitonas ajudam a saúde e o funcionamento dos ovários.
Figos são cheios de sementes e estão pendurados aos pares quando crescem. Os figos aumentam a mobilidade e aumentam os números dos espermatozóides, assim como ajudam a curar a esterilidade masculina.
O aipo, bok choy, ruibarbo e outros são idênticos a ossos. Estes alimentos atingem especificamente a força dos ossos. Os ossos são compostos por 23% de sódio e estes alimentos têm 23% de sódio. Se não tiver sódio suficiente na sua dieta o organismo retira sódio aos ossos, deixando-os fracos. Estes alimentos reabastecem as necessidades do esqueleto.
Toranjas, laranjas e outros citrinos assemelham-se a glândulas mamárias femininas e realmente ajudam à saúde das mamas e à circulação linfática, dentro e fora das mamas.
Os feijões realmente curam e ajudam a manter a função renal e sim, são exatamente idênticos aos rins humanos.
Uma fatia de cenoura parece um olho humano. A pupila, íris e linhas raiadas são semelhantes ao olho humano... e sim, a ciência agora mostra que a cenoura fortalece a circulação sanguínea e o funcionamento dos olhos.
As batatas doces são idênticas ao pâncreas e de fato equilibram o índice glicêmico dos diabéticos.
Um tomate tem quatro câmaras e é vermelho. O coração é vermelho e têm quatro câmaras. Toda a investigação mostra que o tomate é de facto um puro alimento para o coração e circulação sanguínea.
As uvas crescem em cacho que tem a forma do coração. Cada uva assemelha-se a uma célula sanguínea e toda a investigação hoje em dia mostra que as uvas são também um alimento profundamente vitalizador para o coração e sangue.
Uma noz parece um pequeno cérebro, com hemisférios esquerdo e direito, cerebelos superiores e inferiores. Até as rugas e folhos de uma noz são semelhantes ao neo-cortex. Agora sabemos que as nozes ajudam a desenvolver mais de 3 dúzias de neurotransmissores para o funcionamento do cérebro.
Berinjelas, abacates e pêras ajudam à saúde e funcionamento do ventre e do cervix feminino - eles são parecidos com estes órgãos. Atualmente a investigação mostra que quando uma mulher come um abacate por semana, equilibra os hormônios, não acumula gordura indesejada na gravidez e previne cancros cervicais.E o quão profundo é isto?... Demora exatamente 9 meses para se cultivar um abacate de flor a fruta. Existem mais de 14 000 componentes químicos fotolíticos em cada um destes alimentos (a ciência moderna apenas estudou e nomeou cerca de 141).

segunda-feira, setembro 22, 2008

Hoquei na minha terra

Nova pílula...

Pedágio

Algo que você deve saber quando passar por um pedágio. Você sabia que a justificativa da empresa responsável pela Concessão da Rodovia Rio-Lagos (Andrade Gutierrez & Camargo Corrêa) para aumentar o pedágio foi o número insuficiente de carros? Ocorre que, quando passamos por um pedágio e não solicitamos o recibo, nossa passagem não é registrada nos dados oficiais, respaldando a justificativa deles.
Ainda temos mais um item importante sobre a entrega do recibo do pedágio: sem o recibo em mãos, perdemos o direito a guincho e mecânico gratuitamente nas estradas. Portanto, ao passar em qualquer pedágio, não deixe de solicitar o recibo, seja qual for: Anchieta, Imigrantes, Piaçaguera, Dutra, Ayrton Senna, Bandeirantes, Ponte Rio-Niterói, Linha Amarela, etc.. Só assim poderemos tentar impedir desculpas absurdas mas que, infelizmente são fundamentadas naquilo que não fazemos. Façamos a nossa parte: Divulgação.

domingo, setembro 21, 2008

Receita do dia

Lulas com ferrado à algarvia
Ingredientes
* 1200 gr de lulas médias
* 800 gr de batatas
* 1/2 dl de azeite de oliveira
* 3 dentes de alho
* 1 folha de louro
* 1 dl de vinho branco sêco
* 1 ramo de salsa
* 1/2 limão
* 3 grãos de pimenta
* sal e pimenta q.b.
----------------------------------------------------------------------------
1 - Amanha as lulas, retirando-lhes as tripas e a pele. Lave-as bem em água fria, sem as abrir, para as libertar de impurezas. Em seguida, tempere com sal e pimenta;
2 - Leve um tacho ao lume. Coloque o azeite; os dentes de alho esmagados, com pele; a folha de louro e os grãos de pimenta. Deixe alourar o alho, sem queimar.
3 - Adicione as lulas, fritando-as dos dois lados, em lume brando.
4 - Regue com vinho branco e, se necessário, um pouco de água, para que termine a cozedura. Depois de cozidas, polvilhe com salsa picada.
5 - Sirva numa travessa, acompanhando batatas cozidas e gomos de limão.

Bem-te-vi

Bico afiado, ele insiste em barulhar.
Agora bate palmas na janela, nas portas de vidro; em qualquer espelhado.
Penso que acha que estou dormindo.
Mas quando convido entrar ele cai fora... voa rápido.
Não entendo esse bem-te-vi
Que, embora não saiba, ficou meu amigo.
De manhã que era, ficou diuturno.
E volta quando vagueio meus pensados.
Trituro minhas prosas.
Falo ensimesmado.
Me trouxe lembranças de lá...
De noites turvas
Céus arroxeados
Nuvens de figuras trépidas esburacadas
Mando que leve escritos
Ao joão-de-barro
Forneiro amigo
Construtor de arranha-céus.
(Meu forneiro amigo tem casa de três lages construida numa forquilha de poste na minha rua).
Me traga notícia de uma siriema
Que canta quando entardece
Aqui perto dum banhado
Ou quando o sol se levanta
secando os orvalhos das avencas.
Bença meu bem-te-vi!!!
Me poupe as dores,
Pois és mensageiro dos céus.
Livre dos barbantes do chão.
Cipós da vida.
De um aviso aos outros deuses:
Pra deixar a vida abestalhar
Sonsa
Morna
Maneira.
Bicotelegrafe ao jabuti
O bicho-preguiça
Lagarto teiú
trazer a vagareza do tempo.
Vá meu bem-te-vi, mas volte toda manhã.
Para que eu não precise mais chorar
Nem sentir saudades.
Marcilio C.Freitas

Poema domingueiro...

Poema da MENTE

Há um primeiro ministro que mente,
Mente de corpo e alma, completa/mente.
E mente de maneira tão pungente
Que a gente acha que ele, mente sincera/mente,
Mais que mente, sobretudo, impune/mente...
Indecente/mente.
E mente tão nacional/mente,
Que acha que mentindo história afora,
Nos vai enganar eterna/mente.
--------------- # ---------------
Dependendo do país,
troque-se Ministro por Presidente

Ibéricos...

Dois agricultores, um português e um espanhol, conversam:
- Qual é o tamanho da sua herdade? - pergunta o espanhol.
Responde o português:
- Para os padrões portugueses, o meu monte tem um tamanho razoável. Trezentos hectares, e a sua?

Responde o espanhol:
- Olha, eu saio de casa de manhã, ligo o meu jipe e ao meio-dia ainda não percorri metade da minha propriedade.
- Eu sei o que isso é -- diz o português sem se descoser -- eu também já tive um jipe espanhol. São uma merda! Só dão chatices...

sábado, setembro 20, 2008

Meu Rio Grande

Naquele dia 26 de Fevereiro de 1972 emigrava para o Brasil com destino ao Rio Grande do Sul. Pisei em terras de Santa Cruz, pela primeira vez, no Rio de Janeiro. Como demorava algumas horas para a baldeação num outro avião, por ali fiquei andando de um lado para o outro, até com acesso à parte externa do aeroporto.
Talvez devido ao cansaço das muitas horas de vôo, a preocupação com a mulher e os filhos pequenos e a ansiedade de chegar ao destino final, esse meu primeiro contacto com o Brasil não foi marcado por muita alegria e satisfação; sentia-me verdadeiramente deslocado.
Finalmente, ao desembarcar em Porto Alegre, tudo mudou. O próprio clima já influíu numa melhor adaptação. No trajecto para a cidade de Rio Grande, de ônibus, contemplava a paisagem gaúcha que de algum modo espelhava a planície do meu Alentejo que eu deixara para trás.
Finalmente estabelecido, o contacto com as pessoas e o entrosamento imediato transmitiram-me uma tal segurança que mais parecia estar na minha terra. Como são grandes as semelhanças no jeito do povo aguerrido, no culto das tradições.
Em tempos mais remotos houvera muita influência dos primeiros colonos que eram alentejanos como eu, e a maioria da região de Moura. Até mesmo os açorianos que ali se estabeleceram eram descendentes dos alentejanos que povoaram os Açores. Assim, não poderia ser diferente a minha tão rápida adaptação.
Apesar de sòmente três anos eu ter vivido nos pampas gaúchos, considero-me como nascido naquela terra maravilhosa e lá deixei uma semente... Voltei algumas vezes, mas actualmente são grandes as saudades. Nesta semana em que os gaúchos comemoram a sua maior data, não poderia ser omisso e contribuí, de alguma forma, com duas postagens aqui no blog. Estou sempre presente de alma e coração.

Gaúcho Farrapo

Sou feliz , nasci Gaúcho,
Deus me deu este regalo,
sou briguento que nem galo
peleando no rinhedeiro,
sou bagual, não tenho encilha,
sou livre, sou farroupilha,
pra lutar fui um guerreiro.
Sou xucro, criado guaxo,
falquejado em coronilha,
sou pachola, sou faceiro,
fui cincerro de tropilha
num tempo maula e aragano
Sou alçado, não tenho dono,
meu andar ninguém maneia,
sou noite de lua cheia
vigiando, não tenho sono.
Meu grito é retumbar de legüero
chamando e atiçando a tropa.
Meu destino é quem galopa
nas patas da evolução
,sou raiz, sou tradição
de um passado de glórias,
fui revolução, sou história
lutando por este chão.
Eu demarquei as fronteiras,
da República Riograndense,
o Rio Grande me pertence,
eu lutei para este fim,
fui tambor e fui clarim
nos fervores de uma guerra.
Eu sou filho desta terra,
fui Farrapo e sou assim.
Sou bandeira que esvoaça
guarnecendo esta querência.
Me ajoelho em reverênciaao
meu pendão desfraldado,
verde, amarelo, encarnado,
tem força de Liberdade,
Igualdade e Humanidade,
símbolos de que fui marcado.
Ser livre, este é o sentimentoque
trago neste peito guardado,
e que só fica rebelado
quando a justiça se afasta.
Gaudério, ninguém me castra,
sou taura e sou índio macho,
envergo mas não me agacho.

SOU GAÚCHO E ISTO ME BASTA!

Poema de Adenir Paz

quarta-feira, setembro 17, 2008

Um só Timor

Díli - O líder rebelde de Timor-Leste, Alfredo Reinado, tinha um cartão de cidadania indonésio no seu de bolso quando foi atingido a tiro em 11 de Fevereiro durante o ataque contra o Presidente Ramos Horta, onde ele foi morto a tiro, por guardas presidenciais. No entanto, seus homens continuaram o ataque e, 30 minutos mais tarde, o Presidente José Ramos-Horta, foi alvejado duas vezes quando caminhava em direcção a sua casa.
Reinado, foi comandante da polícia militar de Díli até deixar o seu posto e pegar em armas contra o Estado, em 2006, levando consigo um punhado de rebeldes.
Segundo o relatório da autópsia, o cartão foi encontrado durante a autópsia da tarde de 11 de Fevereiro, segundo comunicado do Timor Post.
Com o cartão de cidadania, ou cartão KTP, como são conhecidos em indonésio, Reinado poderia ter fugido de Timor após o ataque.
A embaixada da Indonésia em Díli negou que o documento tenha alguma vez sido oficialmente dado a Reinado, de acordo com o que disseram os diplomatas ao Deutsche Presse-Agentur DPA.Victor Sambuaga, chefe de assuntos políticos indonésios em Timor-Leste, disse que os cartões KTP são dadas apenas aos cidadãos nascidos na Indonésia. Sambuaga disse que não tinha qualquer ideia se o cartão era real ou forjado. As autoridades timorenses têm ainda o cartão em seu poder para efeitos da inspecção. De acordo com o Timor Post, Reinado tinha no cartão o nome de Simplisio de la Crus.
Sambuaga disse ainda que os mais recentes cartões KTP são de plástico e digitais, mas que os cartões mais antigos poderiam ter sido falsificados com bastante facilidade."O cartão, de tipo antigo, só era laminado pelo que poderia facilmente ter sido cortado, aberto e a fotografia ser mudada", disse Sambuaga.
Quando o Presidente Ramos-Horta regressou a Timor-Leste, em Abril, após dois meses de recuperação em Darwin, Austrália, acusou a estação indonésia de televisão Metro TV de ter dado a Reinado e aos rebeldes documentos de viagem, durante o contrabando de fronteira em 2007, para dar uma entrevista televisiva.
A Metro TV tem negado qualquer actividade ilegal e Ramos-Horta cessou as acusações, embora esta última revelação possa vir a renovar as especulações.
____________________________________________________________________
A minha opinião e sonho de muitos timorenses, um laivo de romantismo talvez , é que a Ilha deveria ser um único Timor. Exactamente do jeito como foi descoberta pelos portugueses... Isso, a ser viabilizado, demorará muitos anos mas seria a solução para muitos problemas.

Semana Farroupilha

segunda-feira, setembro 15, 2008

In natura

Sorrisos da Amazónia

Integração natural

Caranguejo português

Um pescador de caranguejos, quando ia á pesca tinha por hábito nunca tapar o balde em que colocava os caranguejos que ia apanhando.
Isso intrigava todas as pessoas que estavam á sua volta. Um belo dia alguém que o observava já algum tempo perguntou-lhe:
- Desculpe, mas explique-me porque não tapa o balde dos caranguejos ? Não tem medo que eles possam escapar? O pescador olhou para o individuo e muito calmamente respondeu:
- Não é preciso... Estes são caranguejos portugueses! quando um tenta subir, os outros imediatamente o puxam para baixo!

15 de Setembro de 1969

Mais um 15 de Setembro. Este é o 39º, depois daquele fatídico do ano de 1969 em que o meu irmão faleceu e operação militar nos céus de Mueda em Moçambique. Ou teria sido nas terras e não nos céus? --- Até hoje a informação oficial é a de "acidente" pura e simplesmente.
Versões ouvidas ao longo destes anos se contradizem; nem alguns dos seus companheiros de antanho são unânimes ao tentar explicar o que realmente se passou. Assim, vou convivendo com todas essas incertezas e tentando formar uma imagem própria com os retalhos que conjuminem.
Em alguns sites específicos e blogs dedicados à guerra do ultramar, já aparecem pipocando, aqui e ali ,testemunhos sobre acontecimentos que até então eram ofuscados por uma espécie de neblina artificial. E é nessa expectativa da dissipação das neblusidades que eu finco a esperança de um dia vislumbrar algo de concreto e palpável.
Enquanto os anos vão passando e não me falte o engenho e a arte, sempre irei expressando desta maneira os sentimentos e as lembranças, mais como uma homenagem que o Manuel sempre merecerá.

domingo, setembro 14, 2008

Máquina do fim do Mundo...

LHC: maravilha da ciência ou causadora do fim do mundo ?
Depois de 14 anos de muito trabalho e custando quase US$ 10 bilhões, o maior acelerador de partículas entrou em funcionamento. E o primeiro experimento já está sendo realizado. O Large Hadron Collider (LHC), localizado em Genebra, na Suíça, teve a participação de mais de 10 mil colaboradores de 111 países, incluindo mais de mil cientistas americanos.
LHC em Genebra

O principal experimento do LHC é bastante simples: através do seu túnel de 27 km localizado a 90 metros abaixo da superfície, serão enviados prótons à velocidade da luz, que colidirão em uma explosão espetacular, criando uma situação muito semelhante à existente após o Big Bang (considerado o "nascimento" do Universo).

Parte do túnel de 27km

Obviamente tudo isso é microscópico - exceto a energia envolvida nessa experiência: a explosão gerará 14 trilhões de volts, e o experimento consumirá 120 megawatts, suficiente para iluminar 40 mil casas.

Os equipamentos do LHC são imensos. Veja o tamanho de um deles em comparação a uma pessoa (abaixo à direita)

Essa micro-explosão cinematográfica criará um buraco negro microscópico e instável, que desaparecerá alguns segundos depois. Entre as novidades que podem ser descobertas com esse experimento, estão a matéria negra, outras dimensões, a "partícula de Deus", entre outras.

A explosão será monitorada por diversos equipamentos e o resultado será analisado cuidadosamente pela comunidade científica

Além disso ser algo "maravilhoso" para os cientistas, esse experimento também poderá trazer benefícios reais: nas telecomunicações e informática, poderá haver uma revolução na maneira de se transmitir e armazenar dados, pois haverá uma melhor compreensão do mundo sub-atômico. Na medicina, novas tecnologias poderão ser criadas, ajudando no tratamento do câncer e melhor entendimento do corpo humano, e a humanidade também poderá se beneficiar com a criação de novas fontes de energia, como a fusão atômica controlada.

Parte do LHC

Mas o LHC também tem seus críticos: muitos acham que o experimento criará um buraco negro que engolirá o nosso planeta, matando a todos, e por causa disso, alguns cientistas receberam ameaças de morte. Além dos cientistas envolvidos no desenvolvimento e construção do LHC afirmarem que isso não é possível, o diretor responsável pelo projeto informou que, se algo sair errado, é possível desligar todo o acelerador de partículas em menos de um segundo.

Até agora tudo parece ter dado certo!?...